Fruta em EXCESSO pode estar fazendo você ENGORDAR

Muitas pessoas recorrem às frutas quando estão tentando perder peso. Algumas gostam de comer fruta porque elas ajudam a controlar o desejo impulsivo de comer doces. Outras porque vêm na fruta uma excelente fonte de vitaminas, fibras e minerais.

Tudo isso é válido. A importância da fruta para quem quer emagrecer, está realmente na sua densidade nutricional elevada, na sua capacidade de hidratar o corpo e, como consequência, na capacidade que ela tem de o manter saciado durante mais tempo.

Todos nós já conhecemos esses benefícios da fruta, no entanto, raramente alguém fala do outro lado da moeda, ou seja, das consequências do consumo excessivo da fruta para quem tem como objetivo a perda de peso.

Esse texto serve para desmistificar algumas dúvidas e tentar incutir nas pessoas que o excesso pode trazer consequências menos positivas e que a moderação é a chave do sucesso.

Quanto mais fruta comer mais emagreço?

Fruta em excesso pode engordarA fruta contém imensos benefícios para a saúde que a fazem ser uma parte importante de uma dieta diária, no entanto, o consumo excessivo pode produzir resultados inversos, ou seja, você pode não notar qualquer efeito ou até mesmo engordar.

Isso pode acontecer porque a fruta é rica em frutose (açúcar simples) e carboidratos, que são duas coisas que devem ser consumidas com moderação para quem perder peso. Pessoas que sofrem de diabetes devem ter especial atenção pois muita frutose pode elevar os níveis de insulina no sangue.

Infelizmente, a fruta não é a única fonte de frutose para a maioria das pessoas. Cada vez mais a frutose é encontrada em comidas processadas que comemos diariamente, como alguns dos cereais do café da manhã, alguns condimentos e ainda iogurtes e até pão. Tudo junto começa ficando um bocado excessivo, por isso muitas pessoas não compreendem como estão engordando.

Que quantidade de fruta devo então comer diariamente?

Se o objetivo é emagrecer, limite a ingestão de fruta a 2 peças por dia (3 de vez em quando).

Nesta Matéria
Comentários - Deixe seu Comentário